sábado, 30 de agosto de 2014

Resultado do teste sobre sustentabilidade aplicado na escola


Projeto Sustentabilidade

O grupo de JEIF com a intenção de realizar  um levantamento quanto ao conhecimento dos nossos alunos sobre sustentabilidade ambiental e quais atitudes praticadas referentes ao tema, aplicamos um teste. Consultamos vários sites que abordam o assunto e escolhemos o teste que consta no site: www.atitudesustentaveis.com.br. O teste constando de dez perguntas e resposta de múltipla escolha foi aplicado a todos os alunos e ao grupo de mães do projeto Ação Família. Os resultados foram tabulados conforme gráfico abaixo; de acordo com a finalização constatamos que devemos criar estratégias que resultam em ações para mudar esta realidade quanto às atitudes sustentáveis não praticadas.


Semana de Cultura Brasileira 2014

Na semana 25 a 29/08/14 tivemos mais uma Semana de Cultura Brasileira, homenagem ao nosso rico folclore, aconteceram muitas brincadeiras, contação de histórias com o Cláudio Oliveira da Cia do Mar e o músico Fellipe Surian, apresentações de danças folclóricas e músicas com a os alunos do Projeto Banda e Fanfarra da professora Soma, exibição de filmes sobre o folclore, histórias contadas, ilustradas, inventadas, recontadas e publicadas em lindos livros pelos alunos do 4º ano B e a professora Senilda, os alunos da alfabetização do 1ºA professora Camila e 3ºB da professora Neusa também recontaram e ilustraram as lendas que eles consideram mais aterrorizantes, nossos professores mais uma vez ofereceram ótimas Sessões de Leitura para os alunos e ainda tivemos uma grata surpresa: alguns alunos dos 7º anos ofereceram uma maravilhosa sessão de leitura no deliciosa espaço do playground para as crianças da alfabetização, eles adoraram... Os alunos do período da tarde leram, encenaram e apresentaram vários cartazes sobre a literatura de Cordel, Lendas brasileiras e muita outras histórias da cultura popular. Enfim, foi uma semana muito produtiva e animada, aprendemos muito, parabéns para todos que participaram e contribuíram para que essa semana fosse um SUCESSO!
 
Mais fotos no nosso facebook https://www.facebook.com/jose.honorio.9659
 
Coordenação Pedagógica
 
 
 
 




























Projeto Docência Compartilhada

Projeto Arte e Matemática : Jogando e Aprendendo

 
O projeto nasceu da necessidade de buscar novas maneiras de ensinar matemática, tendo o lúdico como principal ferramenta no desenvolvimento do raciocínio lógico, tal como, na resolução de problemas matemáticos, entendendendo que o trabalho com jogos contribui para o desenvolvimento de habilidades como observação, análise, levantamento de hipóteses, previsão, argumentação, tomada de decisão e organização algo indispensável na vida acadêmica.
O referido projeto é desenvolvido pela professora Fernanda junto aos alunos dos 4° e 5° anos do período da manhã, o mesmo abrange um conceito muito caro a nossa unidade escolar, a sustentabilidade já que os materiais utilizados para a confecção dos jogos serão embalagens recicladas, materiais como o papel, o plástico, a madeira que ao invés de serem descartados de forma inadequada serão reutilizados em prol da aprendizagem.
 
Os jogos desenvolvidos durante o projeto ainda podem ser doados posteriormente aos alunos para que os mesmos disseminem a prática em suas casas com suas famílias, pois por meio de atividades lúdicas promove-se a interação e uma maior proximidade entre as pessoas algo tão escasso nos dias atuais, a ideia é promover gincanas entre as salas envolvidas no projeto para fomentar a troca de conhecimentos entre as diferentes séries.
 
Este trabalho foi feito em dois momentos, primeiro houve a construção das formas no Trangran de madeira. O Tangran é um jogo de quebra-cabeça chinês composto por 7 peças 5 triângulos,1 quadrado e 1 paralelogramo. Em um outro momento foi exibido uma sequência de Slides com a biografia e as obras de Hélio Oiticica, algumas destas obras estavam presentes na exposição 30 Vezes Bienal, que aconteceu no pavilhão da Bienal entre setembro e dezembro de 2013. Hélio Oiticica foi um artista muito importante nos anos 60,e em suas obras é frequente o uso das figuras geométricas como o quadrado, o triângulo e o retângulo.
 
 
Professora Fernanda Ilário
 
 










 
 

 

sábado, 2 de agosto de 2014

Semana do Meio Ambiente


“5 de junho foi a data escolhida para celebrar anualmente o Dia Mundial do Meio Ambiente.

O Dia Mundial do Meio Ambiente começou a ser comemorado em 1972 com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente e alertar o público mundial e governos de cada país para os perigos de negligenciarmos a tarefa de cuidar do meio ambiente.

Foi em Estocolmo, no dia 5 de junho de 1972, que teve início a primeira das Conferências das Nações Unidas sobre o ambiente humano (durou até dia 16) e por esse motivo foi a data escolhida como Dia Mundial do Meio Ambiente. 

Tema do Dia Mundial do Meio Ambiente

Todos os anos, as Nações Unidas dão um tema diferente ao Dia Mundial do Meio Ambiente, que são maneiras de dar idéias para atividades de conscientização das populações e de proteção do meio ambiente.

Em apoio à designação pela ONU de 2014 como o Ano Internacional dos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento, o Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano usará o mesmo tema, com um foco especial na questão da mudança do clima.

O Dia Mundial do Meio Ambiente (DMMA) é o principal veículo das Nações Unidas dedicado a estimular ação e conscientização global em prol do meio ambiente. A data tem crescido e se tornado uma importante plataforma pública, celebrada amplamente por partes interessadas em mais de 100 países. Também serve como o “dia das pessoas” para tomar uma atitude pelo meio ambiente, estimulando ações individuais ou coletivas que causem um impacto positivo no planeta.

O Dia Mundial do Meio Ambiente é uma chance para fazer as pessoas perceberem que são responsáveis pelo planeta Terra e que podem se tornar agentes da mudança”.

 "O Planeta Terra é a ilha compartilhada por todos nós. Devemos nos unir para protegê-la."
 

A nossa escola promoveu diversas ações como exibição de vídeos, produção de textos, desenhos e muitas ações práticas diretamente na composteira, limpeza e organização da horta e coleta de óleo para a reciclagen. Parabéns a todos os professores e alunos que participaram dessas ações que continuam mantendo a chama do Projeto José Honório  Escola Verde  cada dia mais viva... Vamos continuar preservando o que é de todos!
 
Referêcias:

http://www.unep.org/portuguese/WED/about/

 








domingo, 13 de abril de 2014

Projeto Escola Descolada

Através de orientações oferecidas pela UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos), a EMEF José Honório Rodrigues irá desenvolver esse ano uma série de atividades pedagógicas e encontros com alunos, professores e demais segmentos, para desenvolvermos o Projeto Escola Descolada, com o intuito de melhorarmos a qualidade do ensino que oferecemos, assim como a interação e o relacionamento entre todos os membros da nossa Comunidade Educativa. Na última semana, iniciamos o projeto apresentando uma Exposição de Arte desenvolvida pela professora Fernanda Ilário, que trabalhou uma sequência didática para que os alunos do Ciclo de Alfabetização pudessem aprender e conhecer a história da Semana de Arte Moderna - 1922.
 
 
 
 
                                                                                                                                                        
A Semana de Arte Moderna de 1922, realizada em São Paulo, no Teatro Municipal, de 11 a 18 de fevereiro, teve como principal propósito renovar, transformar o contexto artístico e cultural urbano, tanto na literatura, quanto nas artes plásticas, na arquitetura e na música. Mudar, subverter uma produção artística, criar uma arte essencialmente brasileira, embora em sintonia com as novas tendências européias, essa era basicamente a intenção dos modernistas.
Durante uma semana a cidade entrou em plena ebulição cultural, sob a inspiração de novas linguagens, de experiências artísticas, de uma liberdade criadora sem igual, com o conseqüente rompimento com o passado. Novos conceitos foram difundidos e despontaram talentos como os de Mário e Oswald de Andrade na literatura, Víctor Brecheret na escultura e Anita Malfatti na pintura.
A nova geração intelectual brasileira sentiu a necessidade de transformar os antigos conceitos do século XIX. Embora o principal centro de insatisfação estética seja, nesta época, a literatura, particularmente a poesia, movimentos como o Futurismo, o Cubismo e o Expressionismo começavam a influenciar os artistas brasileiros. Anita Malfatti trazia da Europa, em sua bagagem, experiências vanguardistas que marcaram intensamente o trabalho desta jovem, que em 1917 realizou a que ficou conhecida como a primeira exposição do Modernismo brasileiro. Este evento foi alvo de escândalo e de críticas ferozes de Monteiro Lobato, provocando assim o nascimento da Semana de Arte Moderna.
A Semana não foi tão importante no seu contexto temporal, mas o tempo a presenteou com um valor histórico e cultural talvez inimaginável naquela época. Não havia entre seus participantes uma coletânea de ideias comum a todos, por isso ela se dividiu em diversas tendências diferentes, todas pleiteando a mesma herança, entre elas o Movimento Pau-Brasil, o Movimento Verde-Amarelo e Grupo da Anta, e o Movimento Antropofágico. Os principais meios de divulgação destes novos ideais eram a Revista Klaxon e a Revista de Antropofagia.
O principal legado da Semana de Arte Moderna foi libertar a arte brasileira da reprodução nada criativa de padrões europeus, e dar início à construção de uma cultura essencialmente nacional.
Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Semana_de_Arte_Moderna
http://www.pitoresco.com/art_data/semana/index.htm

 
 
Sequência Didática desenvolvida pela professora Fernanda Ilário com as turmas do Ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos) que culminou
Assunto: Semana de Arte Moderna de 1922
·         Iniciamos a Sequência Didática falando sobre Tarsila do Amaral, artista que teve profunda influência no movimento modernista, apesar de não ter participado ativamente da Semana de Arte Moderna de 1922.
·         Realizamos a leitura do livro: Tarsila e o Papagaio Juvenal que explica de forma lúdica como foi criada a obra: “O vendedor de frutas” de 1925.
·         Foram oferecidas algumas explicações aos alunos, que posteriormente fizeram a releitura da obra: ”A cuca” de 1924, eles desenharam no caderno após ouvirem a história da inspiração do quadro. Tarsila ouvia historinhas de sua babá sobre a Cuca, que é um personagem típico do folclore paulista, Tarsila nascida em uma fazenda em Capivari, temia fazer travessuras por medo da Cuca.
·         Em outro momento foi lido para os alunos o livro: “Tarsila, a menina pintora” e solicitado aos mesmos que desenhassem o rosto dela na lousa.
·         Conversamos sobre a Semana de Arte Moderna que aconteceu em fevereiro de 1922, mostrei duas obras de pintores que foram apresentadas no Teatro Municipal na semana de 22: Fernanda de Castro de Anita Malfatti e Mulher Sentada de Di Cavalcanti.
·         Os alunos fizeram releituras da obra: “O pescador” de 1925, chamei atenção para o uso das formas geométricas usadas pela artista Tarsila do Amaral, os alunos fizeram também as releituras das obras: Palmeiras, 1925.
·         Montamos uma pequena exposição com os trabalhos dos alunos que ficarão expostos para visitação no pátio da escola.